Um ano atrás…

Vocês acreditam que já faz um ano que Alameda dos Pesadelos, meu primeiro romance, foi lançado pela Editora Cata-vento? Passou rápido, mas tanta coisa aconteceu!

Quando o livro foi lançado e chegou uma enorme caixa cheia de amor na minha casa, eu nem estava por aqui, estava viajando (para a Disney! Melhor viagem da vida – preciso um dia fazer um post sobre isso pra vocês, mas sempre fico adiando porque a saudade é enorme). Quem recebeu o pacotinho foi a minha irmã e lembro muito bem da emoção que foi quando recebi uma mensagem dela dizendo que tinha recebido a caixa e, claro, já estava lendo. Minha primeira leitora! ♥

Relembre o lançamento de Alameda dos Pesadelos

A história de criação do livro vocês já conhecem. A primeira ideia que tive foi em um sonho, aos 17 anos de idade (em uma viagem também, para Florianópolis; aparentemente viagens só me fazem bem, não? rs). Sonhei com uma cena bem específica, que quem leu conhece: a cena final do capítulo 4. É aí que realmente acontece a primeira grande virada do livro (eu considero que ele tem três, só vai entender quem leu!). Essa é uma cena que me impacta até hoje, quando eu lembro ou releio o livro. Lembro bem, inclusive, do dia em que eu a escrevi, porque foi impressionante fazer isso após anos e anos que sonhei com ela. Foi o sonho mais assustador, mais incrível e, talvez, o que tenha causado uma grande virada também na minha vida. Mas não posso contar o que acontece nele… é spoiler do livro! Só lendo!

alameda_lombada

Depois desse sonho foram anos de escrita. Para vocês terem uma ideia, tive o sonho em 2004, e só fui terminar de escrever o livro em 2012, em uma maratona de escrita junto com a querida Melissa de Sá. Minha mãe, que faleceu nesse mesmo ano, chegou a ver o livro impresso (e o beijou… essa cena sempre ficará na minha memória), mas infelizmente não conseguiu lê-lo.

Após a escrita, foi a vez da revisão (da Mel, sempre, e da Nivia Fernandes, querida Nik), registro na Biblioteca Nacional (saiba passo a passo como fazer) e, finalmente, a procura por uma editora. Ainda não havia auto-publicação na Amazon na época, somente em sites que você tinha que pagar por isso, e eu não tinha dinheiro (ainda não tenho! HÁ!), por isso segui em busca do sonho de ser publicada por uma editora. Em 2013, finalmente, a Editora Cata-vento me enviou o tão esperado e-mail e abriu suas portas para mim. Na realidade, a confiança da editora foi imensa, pois, além de publicar o livro, Alameda dos Pesadelos também abriu as publicações da editora. Se vocês visitarem o site, vão ver que meu livro é o primeiro e mais antigo de todo o catálogo.

alameda_divulga

De fechar o contrato até o lançamento também foi um longo caminho. A edição, produção da capa pelo incrível Hoton Ventura – que ficou muito melhor do que eu imaginava, pré-venda, gráfica, mais revisões até, finalmente, o livro chegar (e, lembrem-se, aconteceu tudo isso e… eu não estava aqui quando ele chegou!). Bem, quando voltei de viagem a primeira coisa que fiz foi abraçar meu primeiro livro, cheirá-lo, lê-lo. E não decepcionei: a edição ficou incrível, muito caprichada.

Eu já tinha algumas encomendas, especialmente de amigos e familiares, e esses exemplares logo esgotaram. A partir daí, fui encomendando mais, aprendendo a divulgar, criando mil e uma maneiras de fazer o livro chegar aos ouvidos dos leitores, especialmente com a ajuda de leitores, amigos e colegas escritores queridos, mas, principalmente, com a ajuda inestimável dos blogueiros literários.

Conheça a Política de Parcerias e o desconto blogueiro

Hoje Alameda dos Pesadelos tem mais de 28 resenhas em blogs literários, hotsite, vários posts especiais e outros comentários no Skoob. Falando nele, há 180 leitores com o livro em suas estantes e uma média de 4,5 estrelas em 43 avaliações no Skoob. Até hoje, os comentários sempre foram extremamente elogiosos, com algumas críticas aqui e acolá, claro – elas são necessárias -, mas sempre o livro conseguiu envolver, emocionar e surpreender seus leitores.

Leia o primeiro capítulo de Alameda dos Pesadelos

A versão em e-book de Alameda dos Pesadelos foi lançada no dia 12 de maio, um mês após o lançamento da edição física, e disponibilizada com exclusividade na Amazon. O dia não foi escolhido por acaso. 12 de maio seria o dia do aniversário da minha mãe, falecida em 2012. E esse livro foi dedicado a ela, que apesar não tê-lo lido, foi a primeira a ouvir essa história, quando ainda era um sonho…

mãe

Por tudo isso, que, hoje venho aqui agradecê-los. Outros livros virão, mas Alameda dos Pesadelos sempre será especial. O primeiro, o mais sofrido, o que abriu caminhos, o sonho – em vários sentidos, até mesmo no literal. E foi pensando em vocês que eu e a Editora Cata-vento lançamentos, hoje, uma super Promoção de Aniversário, com um desconto incrível na versão digital do livro, para mais leitores conhecerem essa obra. De R$ 14,90 por apenas R$ 9,90, mais de 30% de desconto. Clique aqui para baixar o seu e começar a ler agora mesmo. Mas corre, a promoção termina no domingo!

promoção_amazon_aniversário

E essa não é a única novidade! Como é difícil, muito difícil, abandonar uma história querida, eu acabei escrevendo mais dois contos relacionados a Alameda dos Pesadelos, e os dois foram lançados em um livro, também pela Editora Cata-ventoDois Lados, Duas Vidas. Os exemplares físicos já chegaram, quase exatamente um ano após o lançamento do romance que deu origem a essas histórias. Quanto ao exemplar digital, ele está em pré-venda na Amazon, com lançamento para o dia 12 de abril, domingo agora. Final de semana perfeito para baixar Alameda dos Pesadelos com descontoDois Lados, Duas Vidas em pré-venda. Aí vocês leem o romance agora e os contos no domingo! ♥

Saiba mais sobre Dois Lados, Duas Vidas

dois lados (2)

Anúncios
Comments
4 Responses to “Um ano atrás…”
  1. Ah, nem acredito que faz um ano, viu? Tanta coisa aconteceu, mas ao mesmo tempo parece que foi ontem que eu estava na casa dos meus pais revisando Alameda de madrugada e me emocionando com essa história. Quando reli, fiquei muito emocionada também. É um livro excelente, que abriu as portas pra sua carreira. Fico muito orgulhosa de você toda vez que vejo um comentário positivo sobre o seu texto! Você merece isso e muito, muito mais. 🙂

    Curtir

    • Karen Alvares disse:

      Pois é, Mel… um ano que foi publicado, dois anos que a gente fez aquela maratona e escrevemos os dois, o meu e o seu… ❤
      E isso tudo também se deve a você e a Nik, que foram as primeiras leitoras dessa história, que me ajudaram (e ajudam, sempre) demais com suas sugestões, seu carinho. Depois que um texto passa por vocês, eu confio completamente nele. Obrigada por ser maravilhosa! ❤

      Curtir

  2. Raquel disse:

    Olá…
    Faz anos que leio e releio as suas fanfics. Fico feliz em saber que escreveu um livro!:)
    Vou tentar comprar por aqui.
    Só queria um favor…
    Será que você poderia acabar a sua fic??? Anos esperando o final 😢
    Sucesso sempre!! Bajouje do outro lado do mundo…:)

    Curtir

    • Karen Alvares disse:

      Oi Raquel! 🙂
      Uma leitora das fanfics? Que amor! Fico sempre feliz por encontrá-los!
      Espero que curta meus livros. Depois diga o que achou!
      Sobre a fanfic.. não posso te dizer que vou acabá-la. Já se passou muito tempo e eu estou mesmo dedicada agora aos meus livros. Mas eu acho que tenho algumas anotações em algum lugar. Vou procurá-las e depois postá-las no ff.net.
      Beijos!!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: