Minhas inspirações: Machado de Assis

Esse foi mais um post que eu roubei lá do Por Essas Páginas: faz parte da coluna Meu Autor de Cabeceira, onde falamos sobre nossos autores preferidos. No meu caso, são autores preferidos e também inspirações literárias. E como não falar daquele que acredito (e talvez muitos concordem) ser o maior escritor que nasceu e caminhou por terras tupiniquins e, além disso, um dos maiores autores no mundo todo. O grande e inesquecível Machado de Assis, meu querido Machadão.

Você, leitor, pode até dizer que não tem boas recordações dele. Afinal, seus livros geralmente são pedidos na Fuvest e outros vestibulares, e nessa época de colegial, até mesmo quem gosta de ler não quer ler os livros do vestibular. Eu poderia até abrir um parêntesis aqui e dizer o quanto eu acho absurdo e pura ignorância obrigar adolescentes, muitas vezes sem maturidade alguma (não fiquem bravos comigo, eu me incluo aqui; não acho que tinha maturidade para ler essas obras no ensino médio, apesar de eu já ser uma senhora traça de livros na época), ler esse tipo de literatura nessa idade. Acho até um pecado que grandes nomes como Machadão, Eça de Queirós, José de Alencar, Aluísio Azevedo e outros, sejam lidos na tenra idade dos 15 aos 18 anos. Não é uma leitura pra essa idade. Mas enfim, eu não sou ninguém para questionar isso e, de qualquer maneira, esses autores tem que ser lidos, portanto, se você não leu até agora ou já leu e não gostou, dê outra chance. Especialmente quando se trata de Machado de Assis.

Agora, vamos falar sobre o Machadão, que é o que interessa. Ele foi de tudo um pouco: poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, jornalista, crítico literário… Pessoalmente eu leria até a lista de compras que ele escrevesse no papel de pão (o que ele provavelmente fez, todo mundo faz), mas bem, por esse feito ele não foi catalogado. Mas para mim o maior feito de Machado de Assis foi superar todas as dificuldades que teve na vida e mostrar o quando era bom no que fazia. Machado era nascido de uma família pobre, mal estudou em escolas públicas e não frequentou a universidade. Porém, lutou para conseguir o conhecimento e a cultura que aspirava, ganhou notoriedade, e quando ficou mais velho, junto a amigos e colegas, fundou a Academia Brasileira de Letras, sendo o seu primeiro presidente.

O primeiro livro que li de Machado de Assis foi, coincidentemente, seu livro mais conhecido e aquele que deixou uma questão que ainda desperta muitas acaloradas discussões: afinal, Capitu traiu Bentinho ou não? Dom Casmurro não é meu livro preferido dele, principalmente pelo fato de ser arrastado no início e, quando a parte realmente interessante aparece, o livro termina. Mas é uma obra prima. E, para registro, eu acho que Capitu não traiu. Na verdade, eu acho que Capitu sequer existiu. Para mim, tudo, tudo mesmo, desde a traição, o casamento e a própria Capitu são fruto da imaginação e da loucura de Bentinho.

Meu livro preferido do Machadão é mesmo Memórias Póstumas de Brás Cubas. O livro já começa fantástico: um morto narrando suas memórias. Mórbido, irônico, honesto. De longe é o meu favorito e é por causa dele que estou escrevendo esse post: é por causa desse livro que amo o Machadão. O livro é impecável, impossível de largar, profundo, crítico, audacioso, divertido. Ele me encantou mesmo no meu período de imaturidade da adolescência. Se você não leu, leia. O mais depressa possível.

Eu ainda poderia citar vários motivos e certamente existem mais, que eu desconheço, para nomear esse escritor como um dos grandes gênios da literatura, porém acho que o melhor conselho que posso dar é leiam-no. Conheçam-no. Se já o fizeram, façam de novo. E depois venham contar a sua história.

Anúncios
Comments
2 Responses to “Minhas inspirações: Machado de Assis”
  1. Thamiris Alves disse:

    Machado de Assis é mesmo fantástico.Também tenho um blog literário, se quiser conhecer: http://euliouvouler.wordpress.com/
    abs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: