NaNoWriMo 2013

Você sabe o que é NaNoWriMo?

Quem é doido por livros, seja escritor ou leitor, já deve ter se deparado com o termo em algum lugar da internet. Na verdade, com a proximidade do mês de novembro, vocês com certeza já bateram o olho na palavra, não?

NaNoWriMo é a sigla para National Novel Writing Month, ou seja, em tradução livre, Mês Nacional da Escrita de Novelas (ou romances, como preferirem). Ele sempre acontece no mês de novembro e é um incentivo coletivo para escritores colocarem a mão na massa e escreverem seus romances, com uma meta de 50 mil palavras.

50 mil palavras?! Tá doida?!

gato-louco

É loucura mesmo, né, gente? Quer dizer, tem como sair algo bom, de 50 mil palavras, em um mês? Não, não dá. Mas pelo menos vai sair alguma coisa.

Conheço o NaNoWriMo há dois anos. Em 2011, a minha parceirinha Vânia me apresentou a ideia e gostei muito, mas considerava que não seria possível escrever 50 mil palavras de qualidade em um mês. Por isso, na época, eu e a Vânia propomos um desafio diferente uma à outra: 15 mil palavras em um mês. Escrevi quase 20 mil palavras no decorrer de um mês. Diluí isso em alguns contos (inclusive um deles está publicado em Noites Negras de Natal e outras histórias) e uma grande parte no meu romance Alameda dos Pesadelos. Foi muito bacana e inspirador.

Depois disso, no começo de 2012, eu e a Mel propomos um desafio diferente, mas também com raízes no NaNoWriMo: terminar um livro em menos de 2 meses. Nossos romances já estavam em andamento, então a meta era apenas terminá-los. Foi assim que finalizei Alameda dos Pesadelos. É claro que não ficou a maravilha do universo logo depois disso: foi feita muita revisão e reescrita com ele após terminá-lo. E com certeza ele vai passar por mais revisões em uma editora. É assim a vida de um romance até ser publicado.

Agora, dois anos se passaram.

E então eu percebi que era um pouco imatura na época. A ideia do NaNoWriMo não é, de cara, escrever um best-seller ou uma obra-prima. Ninguém vai terminar de escrever, pular pela casa (ok, pular pela casa pode) e já ir mandando o livro para um monte de editoras. A ideia, na verdade, é escrever loucamente até encontrar o final da história. O resultado tá mais para um rascunho do que um livro pronto. Mas já é alguma coisa e, depois disso, bem, aí sim a gente relê, revisa, recorta, cola, puxa, estica, apara e conserta o bichinho. Capiche?

giphy-1

Então dessa vez eu decidi tentar. Com direito a cadastro no site e tudo como manda o figurino. A ideia é terminar um romance que iniciei em julho desse ano, chamado Inverso. É um young adult, com toques sobrenaturais e de horror. Já escrevi três capítulos. Ué, Karen, mas isso não é trapaça? Não, porque eu quero terminar o livro e minha meta continua de 50 mil palavras além das que eu já escrevi. =)

Alguns livros que foram escritos no NaNoWriMo e servem como inspiração para os escritores malucos que resolveram se jogar nessa aventura: No Escuro, O Circo da Noite, entre outros. E são ótimos livros! Então… quem sabe, né? O importante é tentar.

Ah, e para quem ficou curioso sobre o livro que estou escrevendo… Aí vai o rascunho de uma sinopse:

Megan nunca mais foi a mesma após a morte prematura da mãe. Cortou o cabelo e pintou-o de roxo para não mais encontrar o fantasma da mãe refletido no espelho. Seu pai acha que é coisa de adolescente e vai passar. Sua irmã quer ser igual a ela. Megan, no fundo, não aceita quem é, nem a vida que possui. Quando descobre uma vida diferente do outro lado do espelho, começa a ter dúvidas sobre quem é de verdade. Megan vive duas vidas completamente inversas, até que precisa escolher em qual lado deseja viver. Com a vida do avesso, ela precisa descobrir a verdade e o que realmente importa, para salvar a si mesma e aqueles que ama.

E aí, alguém se animou e vai tentar também? Para os malucos de plantão como eu, o meu nick lá no site do NaNoWriMo é karen_alvares.

‘Bora escrever?

nanowrimo

Anúncios
Comments
2 Responses to “NaNoWriMo 2013”
  1. Desafios literários são os melhores! Menina, toda sorte do mundo pra você. Sei que você vai conseguir. Inclusive adorei a sinopse desse seu livro. Nossa, fiquei muito curiosa pra ler!

    E você tem razão, o lance não é escrever pra ficar perfeito, mas sim terminar. Depois começa o processo de revisão com calma e tudo mais. Bem, como sempre, to agarrada aqui pra terminar minha dissertação. Ela conta? hahahahahaha Ano que vem espero participar.

    Foi graças a um desafio literário que eu realmente comecei a me ver como escritora. Acho desafios ótimos!

    Curtir

    • Karen Alvares disse:

      Yaaaay fico feliz que curtiu, Mel. Essa história tá me perseguindo. Preciso terminá-la. 😉 E é ÓBVIO que tu vai ler, tu é minha revisora oficial, tu e a Nikota.

      Eu fiquei lembrando dos nossos desafios. Eles deram mesmo um senso de responsabilidade pra gente, não foi? Ano que vem a gente participa juntas do Nano. =D

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: